10 DICAS DE COMO MONTAR SEU HOME STUDIO

Quando começamos a produzir música consequentemente vem a necessidade de ter um Home Studio para gravar suas próprias músicas. Vamos apresentar 10 dicas essenciais para você beatmaker que está procurando montar de forma básica para começar com o pé direito!

 

studio

Dica número 1: Computador

Para começar a produzir precisamos de um computador, seja um notebook ou desktop. As configurações dependem da demanda atual e da situação financeira. A principal preocupação está no processamento da máquina, o beatmaker/produtor precisa verificar o processador antes de adquirir o computador. A memória e o armazenamento da produção como o HD ou SSD são fatores importantes também.

Quando a imaginação começa a fluir e tem resultados bons com a finalização de vários beats já imaginamos um(a) MC rimando e o som tocando na pista, mas muita calma nessa hora! A mixagem e masterização do beat feito deve ser analisada para agradar os ouvintes.

 

Dica número 2: DAW (Digital Audio Workstation)

Alguns são mais conhecidos como o Fruity Loops, Ableton, Logic, Cubase e muitos outros programas. Todos com características e pontos específicos diferentes, um mais intuitivo e outro mais complexo, nenhum melhor completamente que o outro! Por isso a opinião de qual software é melhor para você basta experimentar todos que tem interesse e selecionar qual você se identificou melhor.

daws

No curso Beatmaker PRO com Dj Coala é utilizado o Ableton, DAW que o professor se habituou. Já no Curso by Neo Beats é o Fruity Loops. Mesmo sendo programas diferentes você terá a noção de produção onde terá mais facilidade em usar outro programa, porque o ensinamento vai além do software.

A recomendação é não tornar um programa como único e absoluto para sua produção, pense assim: E se acabar este programa? Que venha outro, pois tenho o conhecimento base para utiliza-lo!

 

Dica número 3: Plugins

Todo produtor precisa de seu arsenal de plugins para melhor atender as necessidades de seus clientes. Neste post falamos de 9 PLUGINS QUE TODO BEATMAKER DEVERIA TER.

 

Dica número 4: Fone de Ouvido

A recomendação para isolar do meio externo é o Headphone. Existem marcas reconhecidas no mercado que cumprem bem este papel. A Technics, AKG, Beats, JBL e Sony estão sendo mais vistos pelos Djs e produtores.

Dj Kl Jay

 

Dica número 5: Monitor de Áudio

A analise de como irá soar seu beat na pista é através do monitor de áudio. A frequência grave, o estéreo e o pan se torna perceptível para equalizar. Alguns exemplos de marcas são: Yamaha, Rokit e Genelec.

monitores

 

Dica número 6: Interface de Áudio

Existem muitas placas de áudio conhecidas com feedbacks positivos, mas quando for adquirir veja a sua necessidade no momento. Caso necessite de gravar uma voz e um instrumento, existem placas de 2 canais, se você já faz parte de uma banda é preciso de mais canais para a bateria, a guitarra, o baixo, e assim por diante. Aqui estão algumas marcas de interface de Áudio: M Áudio, Casio, Yamaha, Focusrite e Roland.

Observação: Recomendamos uma placa de áudio integrada com o sistema de alimentação chamado Phantom Power. Caso contrário precisa-se de uma mesa de som com este sistema para gravar seus instrumentos.

Dica número 7: Microfone

O microfone para gravar instrumentos e voz tem a especificação do tipo condensador, ou seja, direcional. A captação de som no qual precisa direcionar na posição aonde você deseja captar o som desejado.
mic

Dica Número 8: Teclado MIDI

MIDI, de forma simplificada, é a linguagem de comunicação de instrumentos musicais digitais, incluindo teclados sintetizadores, sequenciadores, baterias eletrônicas, etc. MIDI é também uma tecnologia extremamente utilizada em todo cenário da produção musical, no estúdio ou ao vivo.

O teclado MIDI é muito útil que, através de plugins, toca diversos instrumentos. Como por exemplo um violão, uma guitarra e percussões.

Fonte: www.udemy.com/tecnologia-midi-em-portugues

 

Dica número 9: Acústica do Ambiente

Um grande desafio para montar seu home studio é isolar o som do meio externo e fica fora de mão para um iniciante nas produções. Então a melhor dica é o tratamento acústico para evitar um pouco a atenuação, os ruídos. Encontrar um lugar estratégico em seu estúdio caseiro. O principal ponto é dar atenção as janelas e portas do quarto, vedando-os para alcançar a menor interferência possível destes pontos.

As espumas acústicas são as mais utilizadas. Já fazem uma grande diferença e cabem no bolso, em relação a outros tipos de tratamento acústico. Existem várias formas de onde colocar as espumas, seja na quina ou no centro da parede do quarto. Placas de Lã de Rocha é um tratamento bem usado também. O exemplo abaixo apresenta um tipo de espuma acústica.

espuma

Dica número 10: Conhecimento

A pesquisa dos equipamentos para seu home studio através de tutoriais, vídeos, recomendações de produtores que já estão trabalhando em seu próprio estúdio ajuda e trás conhecimento e experiência. Todo produtor começa com equipamentos simples, baratos e usados na maior parte. Fazendo com o pouco e consequentemente ganhará experiência e conhecimento a cada passo dado.

Antes de ter suas próprias armas temos que se destacar nos beats, ter própria identidade, para ser procurado. Geralmente esse destaque é adquirido quando refazemos beats dos produtores que nos inspiram. É assim que muitos beatmakers começam, se não forem todos! A prática trás essa característica ímpar de cada beatmaker. Já viu o Dj Coala refazendo um beat do 2 pac? Assista!

Se está procurando esta experiência e conhecimento não perca mais tempo! Faça parte da família Beatmaker PRO que você virá todo o ensinamento repassado pelo Dj Coala ao longo de 12 anos trabalhando e vivendo de música.

CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS!